17.8.10

Meditação

A Meditação.

Existem vários tipos de meditação, a prática que fazemos é a entoação de mantras que com a sua vibração faz com que o estado de Buda inerente em nossas vidas se manifeste na forma de POSITIVISMO, LIBERDADE, AUTO-ESTIMA, CORAGEM e acima de tudo SABEDORIA!

Nam - Myoho - Rengue - Kyo

A pronúncia é assim - Namiôrrôrenguêquiô





Local: Sente-se em frente ao seu Gohonzon (pergaminho budista - objeto para concentração) ou em frente a uma parede caso você não tenha o Gohonzon ainda.

É importante ter o Gohonzon pois este estimula a budicidade inerente dentro de nós, é um aspecto místico do budismo, onde o nosso SER entende a mandala (Gohonzon) e manifesta o estado de buda que existe dentro de cada um de nós.

Postura: Sente-se ereto, em uma cadeira ou no chão. O importante é manter uma boa postura para que a energia possa circular. Como trabalhamos com energia, um bom Daimoku esquenta muito o nosso corpo (calor)!

Cuidado com a postura de “pedinte” lembre-se de que nós somos criadores, criamos a nossa própria realidade.
Tenha uma postura guerreira de alguém que está aqui para fazer a diferença na sociedade.

Recite o mantra em voz alta e sinta a vibração das vogais no seu corpo. Cuidado para não recitar muito alto e incomodar as outras pessoas da casa.

As mãos devem ficar juntas na altura do pescoço e se preferir, você pode segurar o juzu (“terço” budista) ou não.

Olhos abertos, fixos no “coração” do Gohonzon (onde se localiza o Myoho) ou em algum ponto fixo para ajudar na concentração.

O que é Preciso para o Mantra dar Certo

Ensina que para um mantra dar certo temos que fazê-lo com o coração, isto é, com vontade ou motivação própria e sem inibição.
Ter motivação significa ter motivos para fazer, por exemplo:
vou fazer o mantra para ser mais feliz, evoluir espiritualmente, ter saúde, equilíbrio, proteção, ser uma pessoa melhor, resolver meus problemas, porque gosto de fazer e etc.

NAM – MYOHO - RENGUE - KYO
A Lei Última que rege todos os fenômenos no Universo.

O fator mais importante do budismo de Nitiren Daishonin. Expressa a verdadeira entidade da vida que permite às pessoas manifestarem diretamente a condição iluminada.

Nam significa “devotar-se”, “vincular-se”, “reconhecer” o essencial.
Myoho, literalmente, significa “Lei Mística”. Myo traduz-se por “substância da verdade eterna”, difícil de compreender ou além da compreensão, portanto, místico. Ho traduz-se literalmente como “lei”.
A junção de Myo e Ho resulta resumidamente em “Lei Mística”, que pode ser chamada também de lei da razão ou verdade oculta.
Em outras palavras, a junção Nam-Myoho significa reconhecer o essencial, vincular e devotar a vida a essa verdade essencial.

A palavra Rengue traduz-se por Lótus, daí a origem do título “Sutra de Lótus”. O lótus inclui-se no contexto com o significado de “simultaneidade de causa e efeito” por ser uma planta que produz flor e semente ao mesmo tempo e floresce em lugares sujos como os pântanos. Em sentido figurado, significa “existir” em meio à realidade, ou ainda, desprender-se da ilusão e enxergar a realidade essencial.
Complementando-se o sentido de Nam-myoho-rengue, temos “reconhecer e devotar-se à Lei Essencial de Causa e Efeito Simultâneos”.

A palavra Kyo significa (sutra, a voz ou ensino de um Buda) “fenômeno vital universal” ou “continuidade sem fim em constante transformação”. Se assim juntarmos os significados, temos ao final: “reconheço e devoto minha vida à lei essencial da simultaneidade de causa e efeito em meio à eternidade da vida”.

Os ensinamentos budistas têm, genericamente, esse sentido prático expresso nessa tradução simplista de Nam – myoho – rengue - kyo, embora na variedade de interpretações também sejam citados outros pontos como sendo essenciais.

É praticamente impossível descrever em poucas palavras esse poderoso mantra.
NAM – MYOHO - RENGUE - KYO, representa a expressão da verdade máxima da vida, ou a realidade essencial da vida.

Mas, se você se dispuser a colocá-lo em prática no seu dia a dia, o sentirá em sua total plenitude.

Fonte:www.soldelotus.com
 Crédito da imagem: h.koppdelaney

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Projeto Escola sem Partido é arquivado no Senado   *Projeto que visava coibir a liberdade intelectual e de ensino de docentes...