10.1.11

Turismo : Brotas - São Paulo

Brotas: destino de integração com a natureza

Marcel Andrade Paulo
 SÃO PAULO - “Uh, uh, uh, que beleza é sentir a natureza, ter certeza para onde vai e de onde vem.” Este trecho da canção “Imunização Racional”, do mestre Tim Maia, contextualiza com precisão a graça do Município de Brotas, distante 245 quilômetros da cidade de São Paulo. Passar um fim de semana por lá, rodeado pelo encanto da mata, de pássaros e rios, é revitalizador, apaixonante e lhe concede ânimo para voltar a encarar os concretos armados das grandes cidades.

Em tempos de férias, quando grande parte da população almeja a ida às praias e balneários, Brotas, que fica a três horas da capital paulista, se mostra uma interessante opção de lazer e entretenimento para a família, para casais e também para os amigos que queriam dar uma escapadinha dos tumultos que o litoral tem nas épocas de alta temporada.

Brotas, além de toda a exuberante beleza natural,  proporciona um roteiro ecoturístico e turismo de aventura que surpreende pela adrenalina, segurança, e integração com a natureza, o que para cada indivíduo, com certeza, trará uma sensação diferenciada, despertando sensações únicas a cada atividade ou passeio realizado.

Em número de 22 mil habitantes, os brotenses são  típicos interioranos paulistas. Falam baixo,  olham bem nos olhos, esperam pelo  que você quer, e o ajudam no que for necessário. Piadistas e boas-praças  fazem-no sentir-se em casa com o aconchego e a hospitalidade que lhe conferem. O mais ilustre cidadão de Brotas é o cantor e compositor Daniel. Uma interessante curiosidade da cidade é que ela não possui semáforos, e o máximo de trânsito que se irá encontrar é o de algum veículo que frear ao passar por uma lombada.

A cidade se consolidou ao longo dos anos como uma das principais rotas brasileiras que proporcionam turismo de aventura, e leva em média 150 mil visitantes por ano ao município, no qual se tornou destino ideal para os jovens mais radicais. O quadro tem mudado nos últimos tempos com as campanhas para que as aventuras possam ser praticadas pelas pessoas das mais variadas idades, e com a mesma segurança.

Este fato pôde ser presenciado  pela reportagem do Shopping News, que no fim de semana em que passou no município  esteve agraciado pela presença de duas crianças, de seis e nove anos, que praticaram os mesmos esportes radicais que os adultos, sem quaisquer incidentes, e com os mesmos olhares atentos dos instrutores.

Outro grande barato da cidade é que ao cair da tarde, e durante o passar da noite, bate uma brisa morna, que refresca o corpo e relaxa a mente, deixando as pessoas com as energias recarregadas depois de um dia inteiro de práticas esportivas. Se a noite fosse também muito quente, como costumam ser as manhãs, não haveria quem conseguisse descansar para prosseguir nas aventuras do dia seguinte.

Agora, em se tratando diretamente dos esportes radicais, a sensação é única. A começar pelo rafting no rio Jacaré Pepira, o principal da cidade, e que durante o percurso de oito quilômetros de muita adrenalina proporciona 14 corredeiras e quedas; dentre as  principais,  duas têm três metros e uma, sensacional, tem quatro.

Um dos momentos mais gostosos é quando o rio fica bem calmo, com correntezas leves, e nos é permitido nadar por ele, por um longo percurso.

No trajeto do rafting, uma grata surpresa é a paradinha para uma minitirolesa, circuito exclusivo da agência de turismo Alaya, a maior de Brotas. Neste stop, engana-se quem pensa que terá refresco. Sobe-se a uma altura que tem em média 15 metros, depende do nível do rio, pois ela fica sobre ele, e, entre ida e volta, vai-se 80 metros numa velocidade considerável, e com a brisa do vento no rosto, para deixar a sensação ainda mais prazerosa e refrescante.

Antes de começar o rafting, entretanto, é realizado um treinamento num lago calmo, também exclusivo da Agência Alaya, que permite ter as primeiras noções de segurança e de como agir em caso de incidentes, se ocorrerem. Ao todo, esta aventura de aproximadamente duas horas custa R$ 80,00 por pessoa.

Outra inenarrável sensação é o canionismo, que é o rappel nas cachoeiras dos rios São Sebastião e Jacaré Pepira — o primeiro com seus 25 metros, e o segundo com 30— e a chegada a um mirante. Ouvir as instruções de segurança dá um friozinho na barriga. Quando se chega perto da descida, a correnteza   puxa e você tem de se segurar amarrado a cordas, os batimentos cardíacos aumentam gradativamente. Quando se está no início daquela queda-d’água e se olha para baixo, veem-se as pedras sendo engolidas pela imensa quantidade de água que cai. Alguns até pensam em desistir...

Os que fazem isso sentirão uma imensa frustração  depois, porque descer a cachoeira e sentir a água por todo o seu corpo, batendo violentamente e ao mesmo tempo suavemente sobre sua cabeça, é uma típica sensação que todos deveriam ter ao menos uma vez na vida, e que custa R$ 85,00.

O tempo do percurso depende da descida de cada pessoa. Ao todo a cidade possui 37 cachoeiras devidamente catalogadas para práticas esportivas.

Após descer as duas cachoeiras, uma saborosa trilha de meia hora nos proporciona recarregar as energias, em meio ao som dos pássaros e ao cheiro da mata que está por todos os lados e direções. Ao final da caminhada ocorre o “vôo do falcão”, que é a tirolesa com cinco chegadas, totalizando mais de um quilômetro de extensão, a 60 metros sobre cachoeiras e centenas de árvores. Fazer este esporte com os braços abertos com uma monumental vista da exuberante natureza nos coloca em uma situação privilegiada diante de tanta maravilha. Tudo isso proporcionado pela adrenalina de um dos esportes mais gostosos de serem praticados em Brotas. O valor desta atividade é R$ 65,00.

Passeios além da aventura
Os visitantes que se hospedarem no hotel fazenda Areia que Canta terão a oportunidade de conhecer a famosa “areia que canta”, que recebe este nome exatamente por emitir um som muito curioso, semelhante ao de uma cuíca. Os que conhecem o local podem garantir um “sambinha” bem interessante! Outra curiosidade é que o rio, uma nascente, tem esta areia submersa e permite andar sobre ela. Isso mesmo, andar pela água! Não é possível  afundar, mesmo com toda força de seu corpo contra a areia: o impulso dela o “joga” para cima, posicionado sobre esta areia sempre. No máximo, afunda-se até o joelho, não mais.

O hotel fazenda também oferece ampla estrutura, com campo de  futebol, quadra de tênis, salão para jogos adultos e infantis, piscina aquecida, além de uma vista absolutamente fascinante da natureza.

Na alta temporada a diária sai por R$ 420 para casal, ou R$ 317 para  solteiro, com direito a três refeições mais toda a estrutura. Para quem optar pelo Day User, o valor é R$ 75 por pessoa, com direito a café da manhã e almoço, e utilização da estrutura. Outro agradável passeio distante das adrenalinas é o Cine São José, localizado no centro da cidade; depois da revitalização por qual passou entre 2006 e 2009, hoje o local oferece boa estrutura  não somente aos cinéfilos, mas também a quem optar por utilizá-lo como espaço para shows, espetáculos e eventos, e possui um bom restaurante.

Gastronomia

A visita à cidade necessita uma passada no Bar Brotas, no centro, pois os que não o fizerem não terão um passeio completo. Apesar do nome, o local é um restaurante com toda estrutura de madeira de construção, que exprime todo o charme e a beleza brotense. A decoração é toda feita com a temática “Brotas”. Botes e caiaques enfeitam o local, e capacetes virados de ponta-cabeça se transformaram em suportes de lâmpadas. Para a esperada hora de repor as energias, indicamos de entrada a porção de Bolinho de Queijo Coalho com pimenta (R$ 24,00), que é uma verdadeira delícia e uma das especialidades da casa. Para o prato principal, um Filé-mignon à Parmigiana, que serve duas pessoas, por R$ 30,00, ou um salmão (R$ 32), ambos com arroz ao molho de limão, excelente pedida. E, claro, aquele chopinho bem gelado, que custa R$ 4,90 o tradicional, e R$ 5,90 o chope escuro.

Recomendações
Ir a Brotas requer alguns itens indispensáveis. Não esqueça do repelente, ele será muito útil. Leve de preferência dois pares de tênis, e roupas confortáveis e leves que sejam de tecido de fácil secagem.

O jornalista viajou a convite da Agência Alaya Expedições e do Hotel Areia que Canta
Crédito: mauricio maia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nº 22.433 - "Definitivamente, Temer, não!, por Luís Nassif"

   em ContrapontoPIG    *.* *07/10/2017* *Definitivamente, Temer, não!, por Luís Nassif* *O Jornal de todos Brasis* Do Jornal GGN - ...