3.4.12

Capa da Vanity Fair Itália abre guerra contra homofobia


Na capa da edição italiana da revista norte americana Vanity Fair desta semana aparece o galã italiano Raoul Bova que, ao lado de Johnny Depp e Angelina Jolie, estrelou o filme “O Turista”, em 2010, e a seguinte frase: "os casais gays não são casais de segunda classe".

A afirmação é explicada no conteúdo da revista: "o casamento, ou pelo menos o conjunto de garantias a ele associado, é um direito de qualquer pessoa que escolhe viver junto de outra pessoa, independentemente do seu sexo. E isso não é uma batalha de gays, é uma batalha de todos”, expõe o texto.

O ator e modelo Raoul Bova, em entrevista, disse que aos 16 anos descobriu que o seu melhor amigo era homossexual, mas que o fato não mudou em nada o relacionamento entre ambos.

É uma diferença que não faz diferença quando se quer bem a alguém”, declarou. De acordo com Raoul, o problema da homofobia está nas raízes de um país machista e conservador.

"Não se trata de gostos sexuais diferentes dos meus, é uma questão de fraternidade universal e cristã", explica o ator que é casado com uma mulher e católico praticante. Além disso, o italiano declarou que não teria medo algum de interpretar um personagem gay. Quando questionado sobre o que faria caso um de seus filhos se assumisse homossexual, Rauol afirmou que, se o filho decidiu falar com ele sobre uma questão tão íntima de sua vida, seria um sinal de que ele, como pai, fez um bom trabalho.

A iniciativa de debater a temática, promovida pela Vanity Fair, também passou pelas redes sociais, em especial no Twitter, sob a hashtag #nocoppiediserieB, e já atingiu um número grande de participantes, incluindo muitos rostos conhecidos do mundo e do mercado financeiro italiano como, por exemplo: o empresário Alessandro Benetton.

Fonte:http://cenag.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Projeto Escola sem Partido é arquivado no Senado   *Projeto que visava coibir a liberdade intelectual e de ensino de docentes...