28.4.12

Dica de passeio em São Paulo

O refúgio ecológico ao lado da capital

O refúgio ecológico ao lado da capital
Colada na capital paulista, Cotia fica a apenas 30 km do centro de São Paulo e conta com um sistema ecológico preservado. Graças a isso o ecoturismo é um dos pontos fortes da cidade.

Inúmeras chácaras foram direcionadas para a captação de turismo ecológico. Na divisa com Itapevi, está a famosa Roselândiam e, na Rodovia Raposo Tavares (Km 25), que atravessa a cidade, está o remanescente da Cooperativa Agrícola de Cotia (CAC), onde se encontra o Obelisco da fundação da cidade.

O clima de montanha e a altitude ajudaram no incentivo para a montagem de clubes de campo com infraestrutura luxuosa, e parques como o Sítio do Tio Penkal, a Cia dos Bichos, o Recreio Cotia e Pesqueiros.

Na área histórica, Cotia ainda preserva duas casas rurais da época bandeirante: Sítio do Mandu (no Caiapiã) e Sítio do Pe Ignácio (no Morro Grande). Já a Igreja Matriz, no centro, e dedicada à padroeira Nossa Senhora do Monte Serrat, é uma atração da arquitetura barroca.

Ocupando 1/3 da área total do Município (325 km²), a Reserva Florestal de Morro Grande é área patrimoniada pelo Estado de São Paulo, e está sob direção da Sabesp. A área rural é de 304 km² e constitui um pólo ecológico sustentável de alto nível.

Principais pontos turísticos

Sítio do Padre Inácio - Estrada do Padre Inácio – Residência rural do início do século XVIII, é especialmente significativa por sua elegância de composição, pela excelência de decoração dos cachorros, colunas e alisares, pela qualidade da fatura da estrutura de seu telhado e pelo seu sótão que envolve a sala central, com acesso através de escada, recebendo iluminação e ventilação por janelas que abrem para as fachadas laterais e posterior.

Sítio do Mandu ou Casa do Bandeirista - Estrada do Caiapiá - Relíquia histórica do Ciclo do Ouro, na primeira metade do século XVIII. Altura do km 30 da Rodovia Raposo Tavares.

Reserva Florestal do Morro Grande – Patrimônio da Humanidade, Reserva da Biosfera, do cinturão Verde da Cidade de São Paulo. Sob responsabilidade da Sabesp, são 4.200 alqueires de mata nativa e 70 km de perímetro em seu entorno, que abrigam importante biodiversidade: rica fauna e flora (macacos, onças-pintadas, jaguatiricas, quatis, tucanos, arapongas, capivaras, cotias e outros) etc.

Os rios Capivari, dos Peixes, Cotia e da Graça nascem dentro da Reserva, alimentando o Sistema Alto Cotia, englobando as Barragens da Graça e Pedro Beicht, além da Estação de Tratamento que distribui água para mais de 500 mil pessoas.

Essas matas são cenários de visitas monitoradas pela Sabesp com roteiros diversos e caminhadas.

Quedas d'água - Pedro Beicht da Graça, Furquim e Rincão, Serra do Pai Nobre. Acesso: altura do Km 36 da Rodovia Raposo Tavares

Roselândia - Viveiro de rosas. Acesso pelo Km 32 da R. Raposo Tavares.

Cemucam – Centro Municipal de Campismo – Parque com 30,5 alqueires, com pavilhões de 1.200 m² cada, quadras de vôlei, futebol de salão, churrasqueiras, quiosques e bosques. Acesso pelo Km 25 da Rodovia Raposo Tavares, sentido Capital.

Kartódromo Internacional da Granja Viana – Campeonatos oficiais, aluguel de karts e provas que reúnem os maiores nomes do automobilismo internacional

Bichomania - Ocupando uma área de 42mil m², a Bichomania está situada junto à Reserva Florestal, em Caucaia do Alto. A Minifazenda proporciona às crianças o contato direto com os animais (coelho, cabra, ovelha, porco, minipônei, vaca, cavalo, galinha, ganso e peru), além de passeios a cavalo e de charrete. As visitas são guiadas por monitores especializados.

A Bichomania também possui um minizoo, em área reservada, onde as crianças têm oportunidade de conhecer as espécies silvestres da nossa fauna - cateto, arara, papagaio, quati, sagüi, macaco prego, coruja e gavião.

Mahatima Ghandi - A Associação Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos (ASERG) abriga animais que tenham sido maltratados, abandonados, desprezados ou cruelmente manejados pelo homem. É uma entidade não governamental, cujos objetivos são proteger e preservar os animais da fauna brasileira. A associação se empenha para que seja cumprida todas as leis municipais, estaduais e federais, decretos, constituições vigentes e atuantes em nosso país que digam respeito ao reino animal e ao meio ambiente.

O trabalho consiste na reabilitação e acomodação dos animais apreendidos pelas entidades oficiais e capturados durante o tráfico ilegal de espécies protegidas. Todos os bichos que chegam ao Rancho dos Gnomos são atendidos por veterinário, vacinados e esterilizados, no caso de cães e gatos.
Fonte:http://www.jornaldaorla.com.br/materias/9223-o-refugio-ecologico-ao-lado-da-capital/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Projeto Escola sem Partido é arquivado no Senado   *Projeto que visava coibir a liberdade intelectual e de ensino de docentes...