7.2.17

Nº 20.836 - "A cólera fascista e o assassinato da humanidade"

 

  em ContrapontoPIG 
.05/02/2017 A cólera fascista e o assassinato da humanidade Do Brasil 247 - 5 de Fevereiro de 2017 Jeferson Miola [image: Jeferson Miola] O golpe liberou as comportas de uma represa envenenada com a cólera fascista da classe dominante e elevou ao paroxismo a fúria dos segmentos da sociedade que odeiam à morte os pobres, gays, lésbicas, negros, mulheres. O golpe incandesceu uma espécie de fúria maligna naquelas pessoas que detestam o povo, a diversidade e o ideal de igualdade; destapou o subterrâneo assombroso de pessoas que consideram as pessoas diferentes inimigos e, por isso, ... mais »

4.2.17

MÉDICOS - A que ponto chegamos.

em BLOG DE UM SEM-MÍDIA 
Luís Costa Pinto, no Poder360: a Medicina converteu-se a uma seita satânica? Por Fernando Brito · 03/02/2017 [image: mafia] Luís Costa Pinto, um dos mais considerados jornalistas de Brasília, autor da bombástica entrevista de Pedro Collor é um homem de texto gentil, equilibrado e humano. Por isso mesmo, hoje, no Poder360, ele mostra que jornalista, se quer ser digno, não pode ter contemplação com a grosseria, o fanatismo e a desumanidade, como foi a monstruosa “corrente de imundícies” de médicos debochando e praguejando pela morte de Marisa Letícia Lula da Silva. Em seu indignado ... mais »

Marisa Letícia (1950-2017), filha do Brasil

 

Foto: Ricardo Stuckert *“A primeira bandeira do PT fui eu que fiz. Tinha um tecido vermelho, italiano, um recorte, guardado há muito tempo. Costurei a estrela branca e ficou lindo. Minha casa era o centro. Foi assim que começou o PT.” * Marisa Letícia tinha 29 anos quando costurou uma estrela branca sobre um pano vermelho e concebeu aquela que viria a ser a primeira bandeira do Partido dos Trabalhadores, antes mesmo de sua fundação oficial, em fevereiro de 1980. Pouco depois, em abril, seu marido seria preso pela primeira vez e ficaria detido por 31 dias no Deops de São Paulo por ... mais »

31.1.17

Sustentabilidade na Prática: Postagens que se transformam em árvores.

 

*Por Thais Alessandra do Coletivo Cirandar A *Caiçara Expedições* têm como missão desenvolver e aprimorar produtos e serviços voltados ao Turismo. Altamente engajado com a sustentabilidade, o site se identificou com a importância da campanha Plante Uma Árvore da Floricultura BH MG Ikebana Flores, que entrou em sua 6ª etapa de plantios em parceria com o Coletivo Cirandar e, no dia 26/11/2016 concluiu um plantio na Serra do Gandarela, próximo a cachoeira do Mingu em Rio Acima-MG. Confiram o *Mapeamento* *das* *áreas* *dos* *plantios* já *realizados* e as *fotos do **último* *plant... mais »

27.1.17

Parkour e Pakô-váa: a origem ancestral

em O ORNITORRINCO 
*German Martins Scheffer Cequinel, neto invencível, faz parkour e contou-me que o esporte foi criado por um francês, David Belle, natural do Capón Rasô-Sur-La Merde, ao centro da república fascista de Curritibá-DeltanMoro-Sur-La Merde. * *Pesquisei e descobri que na Papua-Nova Guiné existe uma prática ancestral, muito parecida, denominada de pakô-váa, uma das poucas tradições que as 850 tribos nativas dividem.* *Nas Terras Altas do arquipélago - Grotaô-Godêô, Morada dos Deuses Inúteis - ocorre um festival anual de pakô-váa, durante o qual é preparado o prato típico, porcos selvagen... mais »

Dilma denuncia ao mundo o golpe no Brasil

em Altamiro Borges 
*Por Helena Sthephanowitz, na Rede Brasil Atual:* A presidenta deposta, Dilma Rousseff (PT), iniciou neste mês uma série de viagens ao exterior para denunciar o golpe que levou Michel Temer e sua turma ao poder. A viagem, que vai até o dia 5 de fevereiro, começou pela Espanha, na terça-feira (24), quando Dilma esteve em Sevilha, no seminário organizado pelas universidades da Espanha e Portugal. De acordo com a programação, Dilma abriu o evento com a palestra inaugural "O ataque à democracia no Brasil e na América Latina". Depois do evento, em entrevista coletiva Dilma falou sobre ... mais »